Comportamento: quando procurar um psicólogo infantil?

comportamento

As crianças são muito sensíveis a mudanças na rotina e têm dificuldade em expressar o que sentem ou incomoda. Por isso os pais devem estar atentos as alterações de comportamento para tentar compreender a causa e buscar uma solução. Nesse sentido procurar um psicólogo infantil pode ajudar.

A consulta com o especialista esclarece muitas dúvidas e evita que o comportamento se prolongue por mais tempo, trazendo prejuízos para o emocional da criança. Assim, confira a seguir alguns sinais que indicam a necessidade de buscar ajuda profissional.

Consulta com psicólogo infantil vale em caso de agressividade exagerada

Em geral as crianças têm um comportamento agressivo quando se sentem contrariadas e desejam chamar a atenção dos pais. No entanto, se essa hostilidade se torna um hábito corriqueiro e por qualquer motivo vale consultar um psicólogo infantil.

Com a ajuda do profissional os pais conseguirão detectar a causa dos rompantes de agressividade, compreendendo melhor as emoções dos pequenos. Muitas vezes isso acontece por ciúme com a chegada de um irmão ou irmã, mudança de escola ou pela falta de disponibilidade da família em passar mais tempo com a criança.

Agitação e desatenção também merecem busca por especialista

A agitação se torna um problema quando esse comportamento é recorrente. Ou seja, não se trata de um dia em específico no qual a criança parece estar “ligada no 220”. Pode ser inclusive um indício de transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), exigindo tratamento adequado para que ela tenha uma vida saudável e feliz.

O mesmo vale para a desatenção, mas neste caso é necessário cautela. Isso porque a falta de atenção pode ser simplesmente devido a idade da criança. Os menores realmente permanecem menos tempo conectados a uma única atividade. Faz parte do desenvolvimento.

Dificuldades de aprendizagem e relacionamento é mais um sinal

A escola pode ser uma importante aliada na detecção desses problemas. Por isso vale manter contato com os professores e coordenadores pedagógicos para compreender se a criança corresponde ao esperado para sua idade.

Vale ressaltar que cada criança é única e tem o seu próprio tempo, mas quando destoa muito dos demais colegas vale investigar. A dificuldade em se relacionar, seja por timidez excessiva ou agressividade, também são indícios de que algo não vai bem e a consulta com o psicólogo pode ajudar.

Regredir alguma fase do desenvolvimento pode ser preocupante

A criança já está andando, mas volta a engatinhar. Aprendeu a usar os talheres, mas está novamente comendo com as mãos. Quando isso acontece os pais devem ficar atentos, pois pode ser uma forma de chamar a atenção.

Isso pode acontecer, por exemplo, com a chegada de um bebê na casa. Como a criança não sabe expressar os sentimentos muda o comportamento para voltar a centro das atenções. Essa, no entanto, é uma de muitas possibilidades e por isso é tão importante consultar um especialista.

Procurar um psicólogo infantil ajuda os pais a entenderem mudanças repentinas de comportamento dos pequenos. Vale ressaltar que a consulta pode evitar problemas futuros como a falta de segurança, sensação de rejeição, entre outros transtornos emocionais. Passar mais tempo com os filhos, cozinhando, por exemplo, é uma ótima pedida para estreitar os laços e o clube de culinária infantil, Dino Chef, pode ajudar.

Depois deste artigo confira também no nosso blog o que fazer quando seu filho não quer ir para escola.

Ei! Quer receber um conteúdo exclusivo no seu e-mail?

Cadastre-se e fique por dentro de nossas promoções e novidades!